sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

CSKA Moscou de olho em Dunga
Jornal do Brasil


MILÃO - A campanha de Dunga no comando da Seleção Brasileira é sujeita a turbulências, mas seu trabalho começa a ter um maior reconhecimento fora do país. De acordo com a imprensa russa, o CSKA Moscou estaria interessado em contar com ele para assumir o cargo de técnico, que ficará vago em janeiro, com a despedida de Valery Gazzayev. A disputa seria com o holandês Frank Rijkaard, que trabalhou com Ronaldinho Gaúcho no Barcelona.

Gazzayev fazia um bom trabalho, mas decidiu deixar o cargo por problemas particulares a partir de janeiro, depois de oito temporadas no comando. No momento, o CSKA tem 100% de aproveitamento na Copa da Uefa e já está garantido na próxima fase da competição.

A saída de Dunga da Seleção Brasileira vem sendo veementemente negada pelo presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira.

Craques brasileiros

Enquanto Dunga começa a despertar o interesse de clubes europeus, dois grandes astros brasileiros começam a enfrentar dificuldades e questionamentos. O milionário Milan não chega a frustrar o torcedor, mas a expectativa era que a dupla Kaká-Ronaldinho Gaúcho fizesse a diferença já em 2008. Por ora, os gols têm saído, mas o time foi eliminado da Copa da Itália pela Lazio e perdeu para equipes modestas como Bologna. Atualmente, está na segunda posição no Campeonato Italiano

– Antes, o Milan jogava comigo e o Seedorf atrás de um atacante, quase sempre o Inzaghi – observou Kaká. – Com ele, sempre parti do meio de campo. Talvez me limite um pouco no lado esquerdo. Precisamos encontrar uma melhor maneira de jogar. Já atuamos pela seleção muitas vezes, mas não é a mesma coisa.

2 comentários:

pvitor disse...

Leva, não tem nem curso do CREFF. Está irregular.

PRO BEACH VOLEI disse...

PV sou cumplice de sua indignação,mas na última visita com o vice presidente do CREF1 RJ/ES, fiquei pasma e ele também;O CREF 1 RJ NEGOU O REGISTRO AO DUNGA, MAS NO DO RG ELE CONSEGUI. AGORA É UMA BATALHA NO CONFEF.VAMOS Á LUTA\!